CPTM Linha 8 Linha 9

Baldy fala em parcerias para retomada das obras da Estação Osasco da CPTM

Projeto da nova Estação Osasco da Linha 8 e Linha 8 da CPTM anunciado em 2011
Projeto da nova Estação Osasco anunciado em 2011 (Divulgação)

Hoje em coletiva no Palácio dos Bandeirantes foi feito o anúncio oficial da construção João Dias, algo que já havíamos publicado no dia que saiu a divulgação no Diário Oficial. Mas nosso interesse era na Estação Osasco que em 2011 foi anunciadaa expansão e até hoje está incompleta.

Aproveitamos que o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, estava presente na coletiva e que a pauta era a Linha 9 Esmeralda da CPTM para perguntar sobre a plataforma fantasma da Estação Osasco que está lá há quase 7 anos abandonada e sobre a reforma em apenas metade da Estação Pinheiros, “inaugurada” em 2011.

Confira:

estive já pessoalmente nas duas estações, Pinheiros e Osasco. Da mesma forma que estamos hoje anunciado a construção da Estação João Dias, já mapeamos todas as estações, inclusive Osasco e Pinheiros para apresentar aos potenciais aliados que possam ajudar ao Governo do Estado e a CPTM a reformar/concluir essas estações de embarque e desembarque de um modo altamente qualificado. Essa parceria/aliança, que fazemos hoje para o anúncio dessa Estação João Dias é uma forma inovadora. Como disse o Governador, estamos há 74 dias no governo mas já identificamos todas elas, já retomamos inclusive as obras da extensão da Linha 9 Esmeralda, de Grajaú à Varginha. Uma obra que está paralisada há muitos anos. Já conseguimos o recurso federal, que já foi depositado para o início. Nós estamos realmente dando absoluta prioridade. Especialmente nas estações de embarque e desembarque para cuidar melhor dos nossos cidadãos que todos os dias utilizam nosso sistema.”

Como foi citada a questão parcerias e como nós sabemos, a Linha 9 Esmeralda e 8 Diamante serão concedidas.

De acordo com entrevista do Baldy recente ao Ferroviando, a ideia do Governo é divulgar o edital de concessão até o final do ano.

Sabendo disso, perguntamos na coletiva se incluir essas reformas na concessão, ou seja, para o concessionário faze-las, não pode torná-la inviável economicamente e o Baldy complementou:

“independente da concessão, a minha diretriz para nossa equipe é para que nós não iremos parar de buscar as renovações, atualizações e as melhorias nas estações de embarque e desembarque. Os projetos são paralelos. A concessão das Linhas 8 e 9 estão a passos acelerados mas também as intervenções para as melhorias das estações de embarque e desembarque, dessas duas linhas, estão sendo totalmente reconhecidas para que possam ser viabilizadas em projetos como esse que anunciamos hoje, que possam ser formatados” – se referindo a inovação em que a iniciativa privada constrói uma estação da CPTM.

Estação Osasco

Há 1 ano atrás, em abril de 2018, questionamos a CPTM sobre diversos assuntos referente a Linha 9 Esmeralda e a Linha 8 Diamante, e que foi o motivo da nossa pauta hoje na coletiva. Confira:

1) Referente ao Expresso Oeste-Sul, o projeto foi arquivado/suspenso ou ainda está em andamento mas aguardando verba? Há uma expectativa de início das obras?

O projeto funcional foi finalizado e aguarda orientação do Governo do Estado de São Paulo para seu prosseguimento e alocação de recursos.  Não há datas previstas.

2) Quando está previsto o início da Fase 2 da modernização da Estação Pinheiros da Linha 9-Esmeralda? Qual o mês estimado para o término da modernização?

No orçamento da CPTM de 2018/2019 não consta está contemplado o item de modernização/expansão da estação Pinheiros.

3) A finalização da modernização da Estação Osasco tem como condicionante a definição sobre o Expresso Oeste – Sul ou há algum outro impedimento? Qual a previsão da finalização da modernização?

A finalização das obras da estação Osasco não está condicionada do EOS. Sua finalização depende de disponibilidade de recursos pelo GESP.

Avatar

Fernando Galfo

É engenheiro por formação e entusiasta de obras de mobilidade urbana. Utiliza transporte individual na maioria das vezes mas acompanha e sabe da real e urgente necessidade de investimentos em infraestrutura e principalmente em transporte público aliadas com políticas públicas de redução da pendularidade do sistema de transportes

5 comentários

Clique aqui para deixar um comentário

  • Não Entendo Como O Estado Mais Rico Da União Não Consegue Concluir Projetos Que Estão há Anos Abandonados , Passar Obras Em Andamento Para Iniciativa Privada é Assinar o Atestado de Incompetência e Falta de Planejamento.
    Lamentável e Ninguém Irá Investigar Os Investimentos Já Feitos e Para Onde Foram .

    Cadê A Estação Varginha ?

  • A reforma da estação tornaria economicamente inviável a concessão!? Já sabem quais serão os investimentos previstos pela concessionária ganhadora? Ou apenas arcarão com a manutenção da linha? Se for o último caso, confesso que não vejo vantagem na concessão.

  • Olá Fernando tudo bem! Parabéns ao Ferroviando que, como sempre, é pioneiro em trazer informações com qualidade acerca do sistema sobre trilhos. Fico feliz com a questão da estação João Dias, a qual será muito útil para a zona sul e desafogará um pouco a estação Santo Amaro. Entretanto, cabe um lembrete ao sr. Alexandre Baldy: o governo do PSDB está há 24 anos no poder( só troca o “comediante” do Palácio dos Bandeirantes) e é só decepção e ingerência quando o assunto é transporte público; o sr. João Doria foi prefeito por 16 meses e nada foi feito pelo transporte. Além disso, cabe mais um comentário ao tal secretário: não adianta falar demais e nada ser feito. Então, cabe respeito, planejamento e vontade com a CPTM e com o Metrô a fim de tornar tais empresas rentáveis assim como prestar um serviço adequado ao cidadão e não usá-las a fim de anseios eleitorais.

  • Sobre esta estação eu fico com a “pulga atras da orelha”. Explico: A obra foi abandona com o que parece lixo sob o tapete. A nova plataforma construida para permitir duas vias para a linha 9, tem um vão em relação a existente bem mais largo que os (se não me engano), 3,15 necessários para a parada do trem com acesso nos dois lados. Dificil acreditar que alguem possa ter errado isto, mas que é muito estranho é e nos permite acreditar que pararam a obra para varrer o lixo para debaixo do tapete. Que eu esteja errado, mas que parece, parece.

Follow on Feedly
error: Hum, não vale copiar né??