CPTM Linha 10 Linha 15 Metrô

Monotrilho da Linha 15 Prata no Ipiranga e Cidade Tiradentes somente na próxima década

Estação Vila Prudente da Linha 15 Prata (STM)
Estação Vila Prudente da Linha 15 Prata (STM)

A Linha 15 Prata foi planejada originalmente para operar entre aos bairros de Vila Prudente e Cidade Tiradentes, com uma fase operacional intermediária em São Mateus. Mas estudos da rede metroviária constataram a necessidade de extensão desta linha até a Estação Ipiranga da Linha 10 Turquesa da CPTM.

Na prática teremos mais de uma fase operacional sendo a primeira Vila Prudente (VPM) – Oratório inaugurada em agosto de 2014 e com operação integral em 2016. A segunda fase seria na minha opinião até Vila União que muito provavelmente terá a operação integral em setembro ou outubro de 2018 junto com a inauguração da Estação São Mateus. A operação integral desta provavelmente só fique para 2019 já com a nova concessionária da Linha, que seria a terceira fase.

Mas então porque estender para o outro lado sentido Ipiranga?

De acordo com o Metrôsimulações realizadas para o cenário de operação Vila Prudente-Hospital Tiradentes indicaram em Vila Prudente, no horário de pico da manhã, um volume de mais de 488 mil passageiros/dia nessa linha e transferências de 35,8 mil passageiros da Linha 15 Prata para a Linha 2 Verde e 3,7 mil no sentido contrário”, ou seja, muita gente!

Com um movimento de transferência de passageiros tão grande e concentrado, ainda de acordo com o Metrô, “a qualidade dos serviços ficará comprometida, sobrecarregando os acessos entre estações e tornando difícil o cumprimento do headway (intervalos entre os trens) necessário para o atendimento da demanda prevista dessa linha”

Para reduzir o número de transferências em Vila Prudente o Metrô pretende estender essa linha de monotrilho até a Estação Ipiranga da CPTM, local onde poderá se integrar com a Linha 10 Turquesa, transferindo seus passageiros que têm como destino o centro de São Paulo.

Com essa extensão as transferências em Vila Prudente para a Linha 2-Verde serão reduzidas a 25,9 mil passageiros e a 2,7 mil para Linha 15-Prata. Em Ipiranga passarão a transferir do monotrilho para a Linha 10 Turquesa, 10,3 mil passageiros na hora pico da manhã, assim redistribuindo melhor a demanda e garantindo um melhor equilíbrio da rede metroferroviária.

Veja o traçado da extensão em vermelho na imagem abaixo:

Traçado até o Ipiranga (Metrõ)
Traçado até o Ipiranga (Metrô)

Situação atual

A elaboração do projeto básico foi licitada em 2013, mas até hoje a ordem de serviço não foi emitida para a empesa ganhadora da licitação. Em agosto foi assinado o sexto aditivo de prazo do contrato.

É fato que a extensão até Cidade Tiradentes não começou, portanto não faz sentido já ter obras nesse momento.

Em 2014, o então Secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes disse “até São Mateus, a demanda ainda é suportável na estação Vila Prudente do metrô, mas, com a inauguração do restante da Linha 15, teríamos um problema muito sério. Queremos evitar esse impacto, por isso vamos entregar as duas pontas juntas” – citando a ponta final da Linha 15 em Cidade Tiradentes e o início em Ipiranga.

Perguntamos para a assessoria de imprensa do Metrô sobre esses aditamentos e recebemos a simples resposta e pelo visto padrão para todos os questionamentos de obras. Nem ao menos citou a questão “Cidade Tiradentes”.

“O Metrô prioriza a conclusão das obras de expansão já em andamento, como nas linhas 4-Amarela e 5-Lilás, além dos trechos prioritários das linhas 15-Prata e 17-Ouro”

Conclusão

Se a Estação Jardim Colonial está prevista para 2021, portanto podemos presumir que a Linha 15 com mais 6 estações chegando em Cidade Tiradentes só nas eleições de 2026 – com sorte.

Afinal o Metrô ainda tem muita obra em andamento para concluir e esperamos que na próxima gestão tenha verba suficiente para concluir todas. E não vamos esquecer da CPTM que também precisa de pesados investimentos.

Fernando Galfo

É engenheiro por formação e entusiasta de obras de mobilidade urbana. Utiliza transporte individual na maioria das vezes mas acompanha e sabe da real e urgente necessidade de investimentos em infraestrutura e principalmente em transporte público aliadas com políticas públicas de redução da pendularidade do sistema de transportes

19 comentários

Clique aqui para deixar um comentário

  • Um adendo.
    A Estação Ipiranga da CPTM teria, eu escrevi teria, uma integração paga com a Estação CPTM Ipiranga do Expresso Tiradentes (para “desafogar” o Terminal Sacomã). Entretanto a estação-fantasma em elevado tem apenas uma ou duas pilastras. Ajudaria muito se tanto a Estação da CPTM/Monotrilho bem como a estação do BRT estivessem operacionais, mesmo que interditando o corredor (e/ou a Av. do Estado) para as obras. Só que estamos no Brasil, e por ironia, no bairro da Independência e pior ainda, às vésperas do feriado de 7 de setembro. A quatro anos do bicentenário.

  • Enquanto votarem em politicos do PSDB (que não tem e nem terá politicas públicas sérias e com prioridade total ao transporte publico) nada vai mudar e tudo continuará igual.

    Para ter alguma chance de mudanças (e consequentemente melhorias e novidades), só votando em outro candidato de outro partido com propostas (e dar chance a outro)

    PSDB está no poder desde 1993 e já mostrou que não tem competência alguma para resolver os problemas.
    Esse ano temos 12 candidatos ao governo do estado.

    Manter o mesmo com medo de que trocar pode ir para pior é pedir mais do mesmo e nenhuma melhoria.

    • Renato, acredito o desafio maior é a questão de financiamento e priorização. Cada Linha nova não sai por menos de R$ 10 bi. E há projetos de várias linhas como você bem sabe. Não dá para focar também só em Metrô na cidade de São Paulo. Temos ainda projetos da CPTM, dos trens intercidades e dos VLTs no estado. Se tivéssemos R$ 200 bilhões disponíveis, ai sim conseguiríamos fazer tudo. Infelizmente não é o caso.

      • Pro Renato é fácil obter financiamento e destravar linhas.
        Vota no PT, vai que melhora, é só ver como está a situação do país hoje pelo desgoverno de 12 anos.

        • Angela, você leu o meu post? Pelo visto, não.
          Se eu não gosto do PSDB, não me faz eleitor do PT.

          Então não fale *****, alienada.

          TEMOS 12 CANDIDATOS AO GOVERNO DO ESTADO (em letras grandes para ficar bem claro)

          • Vai protestar no lugar certo, aqui estamos falando de aspectos técnicos.

            Tu é chato pra caralh*, vive reclamando nos outros blogs.

          • Angela Não tô aqui para fazer amizades, nem agradar a fulano ou beltrano. Estou aqui para dar minha opinião e eu não sou legal mesmo, sou chato aqui, sou ativista e tb desconto nas URNAS.

            Não tô aqui para babar ovo de governo pilantra e nem vou ficar quieto lendo bobagens de gente que acha que só existe PT e PSDB no governo.

            Problema seu se não gosta. Não tô aqui para te agradar.
            Passa reto e ignora….simples

            Fala o que não deve, lê o que não quer.

            Não tem argumento, fica de mimimi.

            Ah, vá

  • Para haver a continuidade da linha 15 até a Cidade Tiradentes, ainda é necessário alargar a Avenida Ragueb Chohfi entre o encontro com a Avenida Aricanduva e imediações da Jacu Pessego.

    Mas há alguns pontos estranhos nesta obra: neste trecho da Ragueb que citei, já fizeram até desapropriações onde serão as estações, sendo provavelmente desapropriar um lado inteiro pra alargar o suficiente para o canteiro com as pilastras – bom seria também adicionar mais uma faixa em cada sentido como corredor de ônibus. Além disso, as vigas vão até poucos metros (isso, metros) da futura estação Iguatemi (em frente a subprefeitura de São Mateus). Pelo avanço da via e o espaço disponibilizado, essa estação também já poderia ser construída.

  • Quer dizer que nem na próxima copa teremos esse monotrilho funcionando?É uma vergonha mesmo.Mas paulista ama o PSDB, adora pagar um pedágio escorchante,vai continuar elegendo esses caras.

  • Metro e cptm e governo pegam de arrecadacao por dia milhoes ,e ainda dizem que nao tem verba pra concluir essas obras, aff vcs acreditam em papai noel e coelhinho da pascoa.

  • Uma opinião de leigo. Esse monotrilho da linha 15, segundo já li de alguns especialistas, está subdimensionado em relação à demanda estimada para região. O ideal para essa região era fazer metrô convencional, segundo eles. Esse metrô poderia ser em via elevada, como o monotrilho e isso reduziria o custo.Só que agora será necessário o mais rápido possível fazer a integração do monotrilho em Ipiranga. Para Cidade Tiradentes pode se pensar numa outra linha de metrô, que seria metrô convencional.Uma alternativa, considerando um projeto recente do metrô(?), seria extender a linha Oscar Freire Cidade Líder (linha 16) até o Hospital Cidade Tiradentes.Daria mais uns 10 km,aproximadamente. Haveria uma ligação com o centro e paulista, com uma baldeação em Paraíso. A área não coberta entre São Mateus e Cidade Tiradentes poderia aí sim ser com o monotrilho até encontrar essa linha, pois a demanda seria distribuída entre a linha 15 e a 16, ao meu ver. Mas pode-se pensar em outras alternativas. O problema ,como sempre, será a grana. Só para uma linha Oscar Freire-Cidade Tiradentes seriam necessários, no mínimo, uns R$15 bi. Se tivéssemos no mundo ideal, ainda poderia se repensar fazer o metrô na Celso Garcia, que tinha um projeto linha Pari-Nordestina(linha 21,projeto do metrô), com algumas ampliações e modificações. Essa hipotética linha 21, poderia sair de um entroncamento da expansão da linha 16 na altura de Lajeado, cruzar o trem em José Bonifácio, seguir até a avenida nordestina e ,de lá seguir o projeto original até a altura do Largo da Concórdia. Depois , iria na direção do Parque Dom Pedro, 25 de março, desceria ao sul encontrando a estação Liberdade e seguiria até a paulista na estação Trianon.

  • Na próxima década para ficar pronto mais uns 15 anos com os acréscimos dos atrasos e mais uns 25 anos em testes programados que seguem patrões internacionais para poder liberar …

    É pode ser que nossos netos usem isso um dia …

  • Acho que esta nova estação ficaria depois do viaduto Pacheco e Chaves justamente para se integrar com o Expresso Tiradentes que já possui essa integração prevista e por causa do shopping Pátio Mooca tbm.

  • Eu sempre achei que o trecho Vila Prudente/Ipiranga já deveria ter entrado na primeira fase justamente pensando na sobrecarga de passageiros na linha 2. Não sei a razão de não ter entrado. Mas espero que a linha 2 não entre em colapso quando a linha 15 chegar a São Mateus, com o aumento no número de passageiros.

  • Todo mundo sabe que o monotrilho foi executado por apresentar menor custo na execução apesar da manutenção ser mais cara e transportar menos passageiros que o metro, acredito que o monotrilho acabou ficando o mesmo preço que o metro devido a demora e recálculo do projeto. Conclusão o barato sai caro.

Follow on Feedly
error: Hum, não vale copiar né??