Linha 4 Metrô

Metrô publica edital para 8 novas escadas rolantes na Estação Pinheiros

Estação Pinheiros da Linha 4 Amarela
Estação Pinheiros da Linha 4 Amarela

Foi publicado no Diário Oficial o edital da concorrência internacional para fornecimento e instalação de 1 elevador, 1 escada rolante na Estação Faria Lima e 8 escadas rolantes na Estação Pinheiros, ambas da Linha 4 Amarela.

Já havíamos antecipado a informação no final de fevereiro. A previsão do Metrô era publicar o edital em março mas somente em 1 de maio é que ele foi publicado.

De acordo com edital, a instalação das escadas rolantes e elevador deve ser feita em até 1 ano e 2 meses após a emissão de ordem de serviço. Esta será emitida em até 30 dias da assinatura do contrato. A abertura das propostas está agendada para 17/06/2019.

Se tudo der certo, acredito eu que quase no final de 2020 já teremos os novos equipamentos.

Licitação escadas rolantes e elevador Estação Pinheiros e Estação Faria Lima da Linha 4 Amarela

Estação Pinheiros

Mesmo com a nova alternativa de chegar ao centro usando a Linha 5 Lilás, a Estação Pinheiros da Linha 4 continua tendo um fluxo intenso de passageiros. É notável o acúmulo de passageiros para “embarcar” na escada rolante.

De acordo com o Metrô, “o estudo desenvolvido se baseia em informações operacionais e leva em consideração projeções de demanda, com a implantação da Fase II da Linha 4 Amarela e simula cenários que impactam na Estação Pinheiros, como a integração da Linha 9 Esmeralda da CPTM“.

Há de se notar que a Estação já foi projetada e construída para essa expansão. Vejam os espaços reservados para as novas escadas rolantes:

Estação Faria Lima

A Estação Faria Lima também contará com novos equipamentos:

“Com relação a Estação Faria Lima o estudo aponta a necessidade da instalação de 1 Elevador e 1 Escada Rolante, considerando o fluxo de usuários, com destaque para portadores de necessidades especiais, que se dirigem ao CREA, sendo que 67% dos usuários desta estação utilizam este acesso da estação”

Avatar

Fernando Galfo

É engenheiro por formação e entusiasta de obras de mobilidade urbana. Utiliza transporte individual na maioria das vezes mas acompanha e sabe da real e urgente necessidade de investimentos em infraestrutura e principalmente em transporte público aliadas com políticas públicas de redução da pendularidade do sistema de transportes

9 comentários

Clique aqui para deixar um comentário

  • Pera aí !!!
    A Linha 4 é concedida a VIAQUATRO, aí o Governo do Estado através do METRO-SP tem de pagar pelas Escadas Rolantes.
    Não tem lógica isso.
    A CCR não tem custos?? Fica só com a parte Boa. A arrecadação.

      • Mas Fernando, isso seria investinento.
        É o mesmo que vemos nas Rodovias.
        Todas as obras O Governo que faz.

        Outro exemplo foi a L5.
        Que quando ela chegaria em Santa Cruz / Chácara Klabim decidiram conceder . Justamente quando iria Almentar o número de usuário . Trazendo maus Receita para o estado.

        • Essas novas escadas deveriam ter sido instaladas no momento da construção da estação. Todas as despesas são da concessionária: energia, RH, manutenção e etc. A título de curiosidade a concessionária por contrato tem uma taxa interna de retorno de 9% ao ano. De 100 reais aplicados, ganha 9 reais. A SELIC (taxa básica de juros da economia) de 2018 ficou tem 6,5%. Nos mesmos 100, recebe 6,5 reais (sem riscos e sem dívidas trabalhistas, custos de seguro e etc)

  • Entendo como esta a concessão, mas poderia melhorar porque, a grande vantagem seria a rapidez na definição e execução, neste caso não mudou nada!

Follow on Feedly
error: Hum, não vale copiar né??