Linha 2 Linha 4 Metrô

Estação Clínicas receberá esteiras da integração da Linha 4

Entrada Estação Clínicas da Linha 2 Verde

Conforme adiantado pelo Ferroviando, o Metrô retirá as esteiras da integração das Linhas Verde e da Linha 4 Amarela. De acordo com o Metrô a retirada de 4 das 6 esteiras terá uma redução de 30% no tempo de transferência. As esteiras de subida não serão removidas. A plano é removê-las no feriado de 15 de novembro.

Simulações computacionais demonstraram que elas não estão aumentando a capacidade da transferência. Com o espaço extra será possível organizar melhor o fluxo de passageiros. As esteiras, chamadas de iWalk, foram instaladas em 2010 pela ThyssenKrupp Elevadores.

As esteiras serão instaladas no também longo corredor da Estação Clínicas, de aproximadamente 200 metros. A estação que dá acesso ao Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e que é utilizado por muitos pacientes – e funcionários – para chegar ao maior complexo hospitalar da América Latina. Muitos deles com mobilidade reduzida e idosos. De acordo com a instituição mais de 50% dos pacientes ativos possuem 55 anos ou mais.

Decisão acertada do novo local!

Confira fotos do túnel:

Com informações do Bom Dia São Paulo da Rede Globo

 

Fernando Galfo

É engenheiro por formação e entusiasta de obras de mobilidade urbana. Utiliza transporte individual na maioria das vezes mas acompanha e sabe da real e urgente necessidade de investimentos em infraestrutura e principalmente em transporte público aliadas com políticas públicas de redução da pendularidade do sistema de transportes

3 comentários

Clique aqui para deixar um comentário

  • Dessa vez o metrô acertou em levar a esteira para lá, porque muitos pacientes com mobilidade reduzida necessitam andar por esse corredor a esteira irá ajudar muito.

  • Engº Fernando Galfo, nós, usuários das linhas verde (governo) e amarela (privatizada) sofremos todos os dias com o acesso criminoso e mal projetado às linhas 02 e 04.
    É um túnel “armadilha” em forma de labirinto onde multidões são literalmente jogadas umas contras as outras, com um serpenteamento insano e surrealista!
    Naquele túnel dos horrores, não tem saída alguma de emergência e se ocorrer algum sinistro, a tragédia já está anunciada!
    Nesse contexto macabro, as esteiras vem AUXILIAR a movimentação dessa gigantesca massa tanto na subida quanto na descida. A sua retirada irresponsável pelo Metrô, mostra claramente que enquanto os responsáveis da tal mobilidade ficarem analisando resultados nos computadores, em salas fechadas e climatizadas com cafézinho, etc e decidindo ao bel prazer, continuaremos sofrendo nas mãos desses administradores irresponsáveis.

    • Em 2013 foi recomendado pelo ministério público que as esteiras fossem retiradas logo após a ocorrência de um acidente, ocorrido em 2011. Metrô apenas está acatando a recomendação agora que a Linha 5 foi inaugurada e reduziu o fluxo na integração.

Follow on Feedly
error: Hum, não vale copiar né??