Linha 2 Metrô

Baldy reforça Linha 2 em Guarulhos e pedirá orçamento para 2020 a ALESP

Extensão da Linha 2 Verde do Metrô Dutra
Traçado da Extensão da Linha 2 Verde

De acordo com o Secretário Alexandre Baldy, em prestação de contas na ALESP, a extensão da Linha 2 Verde até Guarulhos não foi descartada. E diz que “é o mesmo projeto, a mesma extensão” é único apesar de no primeiro momento somente a extensão até Penha teve a elaboração do projeto executivo autorizado.

Aos deputados, Baldy disse “é nosso desejo não realizar obra sem projeto executivo” e explica que para fazer um projeto executivo precisa ter a posse dos terrenos. Somente com projeto executivo é possível ter assertividade dos custos e prazos da obra.

No trecho até Penha, o Metrô já tem praticamente 100% das posses mas no trecho até Dutra só tem menos de 20% das áreas desapropriadas, assim não é possível autorizar o início do projeto executivo.

Assim, o Secretário explica aos deputados que há uma necessidade de orçamento em 2020 para a realização das desapropriações entre Penha e Dutra para autorização do projeto executivo. A LDO 2020 já foi aprovada

E reforça a extensão até Guarulhos: “a obra não foi deixada, extinta, abandonada. É a mesma obra, a mesma extensão que vai ser realizada em cronograma distinto pelo fato das desapropriações estarem em momentos distintos

A extensão de Penha até Dutra, adicionará mais 5,9 km na Linha 2 Verde com mais 5 novas estações e 16 trens adicionais. Esse novo trecho (Penha-Dutra) adicionará 437 mil passageiros/dia.

O custo estimado deste trecho é R$ 5,04 bilhões. Novamente um custo médio de 850 milhões por quilômetro igual na extensão da Linha 4 até o Taboão.

Assim a linha completa Vila Madalena – Dutra terá uma demanda de 1,89 milhões de passageiros por dia.

Extensão da Linha 2 até Penha

O Secretário Baldy também comentou a retomada das obras da extensão da Linha 2 Verde até Penha, que já havia sido anunciada, com a autorização de elaboração do projeto executivo. E reforçou que a previsão do início das obras é para o primeiro trimestre de 2020.

E demonstra que o trecho será dividido em duas fases:

  • Fase 1: Vila Prudente – Vila Formosa (+ Complexo Manutenção Rapadura) com 4,2 km, 4 estações, 16 trens. Acréscimo de demanda: 88 mil passageiros por dia
  • Fase 2: Vila Formosa – Penha: 3,8 km, 4 estações, 4 trens. Acréscimo de demanda: 255 mil passageiros por dia

O custo estimado é de R$ 6,37 bilhões (média de 800 milhões/quilômetro)

Avatar

Fernando Galfo

É engenheiro por formação e entusiasta de obras de mobilidade urbana. Utiliza transporte individual na maioria das vezes mas acompanha e sabe da real e urgente necessidade de investimentos em infraestrutura e principalmente em transporte público aliadas com políticas públicas de redução da pendularidade do sistema de transportes

6 comentários

Clique aqui para deixar um comentário

  • Espero que essa obra comece o mais rápido possível e fique pronta no prazo. Vai criar uma opção interessante de caminho para quem vem da zona leste e quiser ir para região da paulista, zona sul e zona oeste. Depois,que venha logo o trecho até Guarulhos e que não atrasem muito a linha 19(Campo Belo-Guarulhos), pois a linha 2 vai ficar lotadíssima. Hoje, a linha 19 está com intenção de projeto apenas até Anhangabaú. E que venham outros projetos importantes como a linha 6(hoje parada), a linha 16( Oscar Freire-Cidade Líder), a linha 20(Ligação perimetral importante ,que ligará muitas linhas :7,8,2,4,19,5 e 1) e a linha arco norte. Interessante se um dia criarem um anel, com as linhas 2,20,5 e arco norte, além de linhas radiais como a 16, 19 e 22(metrô para Cotia),evitando que as pessoas passem pelo centro. Isso, na minha opinião seria uma rede básica para SP. Tem muita mais coisa para ser feita além dessas linhas,mas tem que começar a construir o básico.

Follow on Feedly
error: Hum, não vale copiar né??