Bilhete Único CPTM Metrô

Governo estuda pagar transporte público com cartão de débito

Pagamento cartão de crédito Mastercard
Pagamento com cartão de crédito em Sydney (Mastercard)

A lei que autoriza a concessão do Bilhete Único foi sancionada há 1 ano atrás, em outubro de 2017.  A prefeitura tem custos anuais de R$ 107 milhões, além de um grande número de fraudes que prejudicam ainda mais o erário público, estimados em R$ 100 milhões pelo governo.

De acordo com o Portal G1, o número de Bilhete Único cancelados por fraude subiu 163% em relação a 2017. Além disso há inúmeras reportagens de telejornais mostrando o “aluguel” de cartões com créditos falsos em frente a estações e terminais.

Em entrevista coletiva no sábado, dia 27, na inauguração da Estação São Paulo Morumbi da Linha 4 Amarela, quando perguntado pelo Ferroviando sobre a concessão do bilhete único, o prefeito Bruno Covas disse que por ele é “para ontem”:

“sobre a concessão do bilhete único nós estamos estudando junto com o Governo do Estado e por mim é para ontem. Quanto antes a gente puder avançar nisso. A Prefeitura tem toda disposição para fazer isso”

Ao lado do prefeito estava o Secretário dos Transportes Metropolitanos Clodoaldo Pelissioni e questionamos a posição do Governo Estadual sobre a concessão do Bilhete Único e se há uma possibilidade de fazer ainda em 2019:

“estamos fazendo os estudos. Temos que conceder junto fazendo um consórcio. Temos um grande interesse, inclusive recebemos uma visita da operadora de cartões Elo do Banco do Brasil. Há uma tecnologia que permite você usar o sistema da linha de bloqueios e habilitá-los para usar o cartão de crédito. Em Londres, metade dos pagamentos já são com pagamentos com débito e crédito. Não precisaria nem ter bilhete mais. Há sim uma possibilidade (sobre conceder ainda em 2019)”.

Conclusão

Espero que também oferecem a opção de pagamento via celular – pagamento por aproximação. Também acredito que essa concessão deve ser feita o quanto antes pois o sistema criptográfico do Bilhete Único já foi quebrado e por isso que diariamente são criados créditos falsos prejudicando ainda mais o sistema.

Já passou da hora da maior metrópole de América Latina ter um sistema de pagamentos moderno, anti-fraudes e com opções de pagamento melhores. Além de poder também ser usado para aluguel de bicicletas e patins para utilização na “última milha”.

Avatar

Fernando Galfo

É engenheiro por formação e entusiasta de obras de mobilidade urbana. Utiliza transporte individual na maioria das vezes mas acompanha e sabe da real e urgente necessidade de investimentos em infraestrutura e principalmente em transporte público aliadas com políticas públicas de redução da pendularidade do sistema de transportes

1 comentário

Clique aqui para deixar um comentário

Follow on Feedly
error: Hum, não vale copiar né??