CPTM Linha 7

CPTM retoma licitação da supervisão das obras da Estação Francisco Morato

Obras na Estação Francisco Morato
Início das obras da Estação Francisco em fev/18 (GESP)

O contrato das obras civis da Estação Francisco Morato da Linha 7 Rubi havia sido assinado em novembro de 2017 mas a licitação para contratação de uma empresa para supervisionar as obras havia sido suspensa pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) em fevereiro de 2018. Ontem, a CPTM divulgou no Diário Oficial a retomada da licitação.

As obras da estação em si não sofreram alteração pois o objeto da licitação é apenas de supervisão das obras. Desde então a própria CPTM quem está realizando a supervisão das obras com equipe própria. Com a retomada a equipe própria poderá ser alocada em outras atividades.

A previsão de conclusão das obras da Estação Francisco Morato é de 36 meses, ou seja, a expectativa é de entrega no final de 2020.

Diário Oficial da retomada das obras de supervisão Francisco Morato

A futura Estação

A nova estação terá 6 mil m² de área construída, três elevadores, cinco escadas rolantes, acessibilidade e três plataformas de embarque. Ela terá acesso ao terminal rodoviário por uma escada rolante com cobertura e um acesso pela Rua Gerônimo Caetano Garcia.

Vejam fotos atualizadas das obras:

Demanda

A Linha 7 é a linha mais longa da CPTM com 60,5 km e possui dois trechos:

  • Luz – Francisco Morato com 39 km e demanda de 420 mil passageiros por dia útil.
  • Francisco Morato – Jundiaí com 21,5 km e demanda de 33 mil mil passageiros por dia útil.

Tal diferença faz com que sejam disponibilizados 19 trens no trecho de maior demanda. No de menor demanda são apenas 5 trens.

A ideia da CPTM é fazer um loop Luz – Jundiaí e um loop interno Luz – Francisco Morato mas isso ainda não tem previsão para acontecer, portanto o desembarque na Estação Francisco Morato continuará acontecendo no horário de pico.

Linha-7-Rubi

Frota

A CPTM pretender padronizar a Linha 7 com os trens da série 9500. A cada mês de 2 a 3 trens novos são entregues. Até o final do ano serão terão sido entregues 65 novos trens para a CPTM. Terça-feira (14), mais um trem foi entregue para a linha. Agora, a Linha 7 Rubi conta com 28 trens novos.

Os trens possuem salão contínuo de passageiros (passagem livre entre os carros), monitoramento com câmeras na parte externa e interna. Além disso são acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência. Elas contam com sinalização visual para identificação de assentos preferenciais, mapa dinâmico e áudio, além de espaço para cadeirantes.

Acompanhe as obras e projetos no nosso guia

Avatar

Fernando Galfo

É engenheiro por formação e entusiasta de obras de mobilidade urbana. Utiliza transporte individual na maioria das vezes mas acompanha e sabe da real e urgente necessidade de investimentos em infraestrutura e principalmente em transporte público aliadas com políticas públicas de redução da pendularidade do sistema de transportes

4 comentários

Clique aqui para deixar um comentário

Follow on Feedly
error: Hum, não vale copiar né??